segunda-feira, 24 de novembro de 2008




É difícil escrever quando se está feliz. Pelo menos eu vejo assim, acho que é mais fácil se apegar ao seu mundinho quando a casa cai e você está pelado na rua, com o maior temporal e tudo que você tem é um guarda-chuva furado. Aí sim, você olha para você e não para os outros, porque neste instante o maior problema do mundo é o seu, mas... meu temporal passou, tudo bem que algumas chuvas de verão ainda venham, mas nada que inunde meu quarto, pelo menos não até agora.

Agora são as vacas gordas da historia (que desculpe "José do Egito"), quero ver o sol nascer, e sorrir, ver o sol morrer, e sorrir, isso, sorrir. Posso sorrir? E por isso vou postar aqui as dez coisas que mais me deixam feliz:

1. Descobrir que eu engordei um quilo. (sim eu sou magrelo: P)

2. Encontrar aquele CD raro, que eu passei minha vida toda procurando, por um preço baratinho, num sebo qualquer.

3. Entrar numa sala de exibição pra assistir um filme do Gus. (sem patifaria!)

4. Comer duas latas de Pringles com um montão de catchup.

5. Beber vinho com o meu pai enquanto ele me conta sobre sua juventude.

6. Estar no Outs no maior tédio e de repente ouvir uma música do interpol.( eu sempre levanto desesperado do sofá nessa hora.)

7. Cantar uma música idiota com algum amigo bobo.

8. Conseguir atravessar a rua de skate sem me esfolar no chão. (às vezes eu consigo.)

9. Alguém vir e me dizer que achou interessante algum conto que eu escrevi.
(apesar de ninguém nunca ter dito isso ainda.)

10. Felicidade é passar meus dedos pelos olhos rasgadinhos dele, é dançar Avril pulando na cama e jogando travesseiro nele, é ficar todo envergonhado quando ele diz que eu sou bonito, é entrar no msn e vê-lo on, é cobrir ele de noite quando esta o maior frio, é acordar e saber que ele esta do meu lado, é dizer e ouvir "eu te amo".

As vezes eu acho que as coisas mais bobas são aquelas que mais me deixam feliz, afinal eu não coloquei nessa lista “ descobrir que o novo presidente dos estados unidos é negro” ou “ passar em segundo lugar num vestibular concorrido” ou “ saber que eu sou fumante mas não tenho nenhum câncer”. Claro, menino bobo = alegrias bobas. Estou confortável assim (de um modo vermelho:P) com essas coisas bobas.

Quem sabe outro dia eu escreva sobre coisas serias...
Alguém tem uma sugestão?

11 comentários:

Thiago Felix disse...

Adorei, realmente bem feliz... e é assim que tem que ser, rsrsrs

Bom, agora quero vê esse blog sempre atualizado, hein

Super abraço!

Thiago Teixeira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
thalao_mm disse...

Não esperava menos intensidade, mesmo que você o considere "bobo".

Eidglas disse...

murilo, eu gostei tanto mais tannnnnto dessa sua primeira postagem que estou chorando sabia?

Pluto disse...

No início da postagem, me sentí o próprio autor. Vejo potêncial em sua escrita, você é direto e linear, tem clareza nas frases e os espaços entre uma palavra e outra, conseguem revelar seus sorrisos e dúvidas quanto à sua expectativa. Quanto à dúvida, ouça, está muito convincente. Você me fez sorrir, embora eu esteja feliz, não nascí para registrar tal emoção. Minha escrita é pesada e dramática. Mas lhe desejo atenção, porque temos um universo indefinível a nossa volta, como diria Rilke:

- Pobre do escritor que acha sua rotina pobre, porque ele não sabe perceber a sutileza do infinito ao redor.
Estarei observando - atento.

Fabíola disse...

As coisas "bobas" nos fazem tão feliz, não é? As vezes nos perdemos em meio a tanta intensidade que paramos de sentir as coisas mais belas, as mais simples, as mais tranquilas... Nem sempre há de ser intenso, ou tranquilo, ou confortável, o importante é ser... estar com alguém ou sozinho e ainda assim conseguir sentir essa paz que faz tanto bem! Vou te amar pra sempre, bisnaguinha!

karine spuri disse...

Oi Muh, que saudade de vc meu amor... saudade saudade.
Não esqueça que eu te amo muito viu, meu menino-magrinho-lindo-docinho!!!
Um beijo na sua alma!!!

Thiago Teixeira disse...

La vai (...)
Pra reparar o sequestro ínfimo do meu coments.
Ora, dizia que o vermelho confortável prepondera no sangue,
que vc mantivesse seu estado ´de felicidade extrema, pois pra pessoas intensas nao podem restar somente grandes melancolias.
Também e, não menos importante, que vale lembrar que seus textos sao lidos com prazer e que uma das coisas pequenas e marcantes que faço é decodificar e sugar, em linguagem chula, suas obras ltra-românticas disfarçadas.

kinhô disse...

âmei mesmo foi a coisa mais linda q eu poderia lê essa noit =]

Karine Spuri disse...

OI, é que eu não tinha liberado no layout. mas agora tá liberado, beijos
tb n quero perder contto contigo!!!!

ardeart disse...

ESCREVA MAISSSSSSSSSSSSSSSSSSSS